VINTE E ZINCO – Mia Couto

VINTE E ZINCO - Mia Couto
VINTE E ZINCO – Mia Couto

VINTE E ZINCO – Mia Couto – Numa pequena cidade do Moçambique colonial a violência sustenta um mundo dividido – o dos naturais, em baixo, e, sobre ele, o peso do opressor. De súbito, lá longe, na capital do Império, a terra treme, o pilar da sustentação abate-se, e na pequena cidade colonial o efeito é catastrófico. Das profundezas ergue-se o novo mundo. Do velho salvar-se-á alguém?

A ação decorre numa pequena vila colonial de Moçambique, nos dias imediatamente antes e logo após o 25 de Abril de 1974. A notícia da revolução ocorrida em Lisboa vai representar uma pedrada no charco, que vai abanar completamente a rotina dos habitantes desta pequena vila e fazê-los trocar instantaneamente de posições.

Os moçambicanos vêem as suas esperanças de um Moçambique independente e livre crescerem exponencialmente, enquanto os poucos colonos brancos se interrogam sobre o que fazer face à perspectiva de uma onda de violência ou simplesmente desaparecem de mansinho. A queda do regime da Metrópole afecta especialmente Lourenço Castro, o inspector chefe da PIDE local, e a sua família.

 Olá, se você estiver lendo isto é porque não está logado(a) no sistema, no menu acima, entre no item "Acesso ao Site" e faça seu login - Os links são exclusivos para usuários cadastrados, faça o seu Cadastro gratuito - Clique Aqui
botaotransparente   botaotransparente downbuttonEPUB downbuttonKINDLE downbuttonPDF botaotransparente   botaotransparente

Livros do(a) Autor(a):

imagem

Deixe uma resposta